//// SONIDO BUENO ////

boa música – bonne musique – good music – よい音楽 – gute musik

Graveola e o Lixo Polifônico 14 junho, 2009

Filed under: graveola e o lixo polifônico — sonidobueno @ 10:27 pm
Tags: , , ,

folderGraveola e o Lixo Plolifônico segundo eles próprios:

Graveola e o lixo polifônico é uma oficina de experimentação, uma caixa de possibilidades poético-sonoras.

São improvisadores capengas, falsários poliformes: tudo é referência na colagem musical do grupo. Das aproximações insólitas, o choque. Reagem os nomes: estética do plágio, pós-tropicalismo, culinária sonora, barroco-beat.

Para além dos inúmeros rótulos auto-intitulados, mais importa a fertilidade plástica das imagens da lixofonia, o infindável e redobrável slogan que lhes constitui a lírica.

Dos sotaques refinados ao kitsch, o lixo polifônico sequestra a legibilidade vomitada do pop e incorpora tudo ou qualquer coisa como ferramenta sonora, mistura o fino e o grosso a ponto de torná-los indistinguíveis. “Eis o liquidificador, o totem”.

FONTE

Graveola e o Lixo Plolifônico foi uma das melhores bandas nacionais que ouvi em 2009 e não pensei duas vezes antes de publicar este CD aqui no Sonido Bueno.

Ouça e deixe sua opnião nos comentários!

.

1

.

.

2

.

01. Outro Modo
02. Suprasonho ////PLAY 1////
03. Samba de Outro Lugar
04. Antes do Azul (Papará)
05. Amaciar Dureza
06. Ensolarado
07. Dois Lados da Canção
08. Do Alto
09. O Quarto 417 (as aventuras de Dioni Lixus)
10. Benzinho
11. Insensatez: a Mulher Que Fez ////PLAY 2////
12. Chico Buarque de Hollanda vai à Copa de 2006
13. Cidade

DOWNLOAD

Anúncios
 

Fino Coletivo 6 janeiro, 2009

Filed under: fino coletivo — sonidobueno @ 5:36 pm
Tags: , , , ,

folder

É sempre bom ouvir bandas novas e boas, e a banda Fino Coletivo se encaixa perfeitamente nestes dois quesitos.

Uma união inusitada entre Alagoas e Rio de Janeiro é a trama de sete músicos.

A história da banda começou em meados de 2005, após encontro dos alagoanos Wado e Alvinho Cabral, do projeto “Wado e Realismo Fantástico”, com o compositor carioca Marcelo Frota, o Momo.

Passada uma fase de troca de experiências entre a dupla nordestina e o músico carioca, surgiu então a idéia do trio juntar suas turmas. Wado e Cabral apresentaram ao grupo Adriano Siri, da banda Santo Samba. Marcelo levou o também carioca Alvinho Lancellotti, compositor e parceiro de longa data.

Estava formado o quinteto, num caso de afinidade à primeira vista. As composições surgiram com naturalidade, até o despertar de uma nova empreitada.
Com um repertório inédito e inovador nas mãos, era preciso convocar mais dois amigos: o baixista Daniel Medeiros, também responsável pelas programações, e o baterista Marcus Coruja.

Depois de azeitar o repertório e sonoridade em apresentações no eixo Rio-São Paulo, a banda sentiu-se à vontade para a gravação do disco de estréia, homônimo, lançado em abril de 2007 pela DUBAS.

São doze músicas inéditas, de composição própria, e parcerias com Ivor Lancellotti e Totonho dos Cabra. O CD conta ainda com participação especial de Domenico Lancellotti, do projeto “+2”.
Por conta de projetos pessoais Wado e Marcelo Frota não estão mais na banda, porém continuam presentes nas composições.

.

.

01. Boa hora
02. Tarja Preta – Fafá
03. Dragão
04.  Na maior alegria
05. Partiu partindo
06.  Uirapuru
07. Mão na luva
08.  Uma raíz, uma flor ////PLAY////
09. Poema de Maria Rosa
10. Hortelã
11.  Tempestade
12. Medo da briga

DOWNLOAD

 

Clube do Balanço – Samba Incrementado 29 setembro, 2008

Filed under: clube do balanço — sonidobueno @ 12:42 am
Tags: , , , ,

Lançando seu primeiro CD Swing & Samba Rock em 2000 (breve aqui no Sonido Bueno) o Clube do Balanço trouxe de volta à música brasileira os bons tempos do chamado sambalanço. Em outras palavras, o guitarrista e líder do grupo Marco Mattoli e seu clube de músicos retomaram e renovaram com muita propriedade o velho gênero conhecido como samba rock.

Em sua fórmula musical estão presentes doses sutis de jazz, rock e soul, mas sempre priorizando o swing brasileiro do samba, além do balanço irresistível do mestre Jorge Ben Jor que não podia ficar de fora.

Nas palavras do próprio Mattoli, “o clube do balanço é uma agremiação que envolve músicos, djs, dançarinos e produtores voltados para o samba rock”, e continua “O primeiro disco foi muito generoso. Mais do que um disco da nossa banda, era um disco que reapresentava o samba rock para uma nova comunidade. Por isso a preocupação em ter tanto convidado e muita gente participando”.

Esse super grupo vem realizando desde 2000 as disputadas “domingueiras” em São Paulo que, com o tempo, se tornaram em verdadeiros bailes blacks, além da participação de vários convidados notórios como Bebeto, Luís Vagner, Abílio Manoel, Ivo Meirelles, Seu Jorge e Paula Lima, entre outros.  E foi exatamente quatro anos o tempo que o grupo teve para ficar preparado o suficiente para lançar seu segundo CD, Samba Incrementado. O Clube do Balanço, que desde 2000 vem fazendo shows com esta formação – Marco Mattoli, Edu Peixe, Gringo, Augustinho Bocão, Fred Prince, Marcelo Maita, Tiquinho, Reginaldo 16 e Tereza Gama –, diz que agora a banda se sentiu madura o suficiente para lançar um novo trabalho, com mais composições próprias e menos participações especiais. Para eles, o novo disco tem “a cara da banda”.

.

.

01. Muito Incrementado
02. Zula
03. A Sereia e o Marujo
04. Balanço
05. Tema de Cathy
06. Vou Batê pa Tu
07. O Morro não Engana
08. Vem cá Nega
09. Big Mondays
10. Tamborim
11. Sem Anjo na Multidão ////PLAY////
12. Saudades da Preta
13. Primeiro da Ilha
14. Balaio

DOWNLOAD

 

Orquestra Imperial – Carnaval só ano que vem 26 setembro, 2008

Filed under: orquestra imperial — sonidobueno @ 11:34 am
Tags: , , , , ,

Orquestra Imperial é uma Big Band brasileira, formada em 2002. Com o objetivo de formar uma orquestra típica de gafieira, o grupo reúne de nomes notáveis da cena pop carioca, como Rodrigo Amarante (do grupo Los Hermanos), Moreno Veloso, Domenico e Kassin (Do projeto +2), Nina Becker, Thalma de Freitas (Atriz da Rede Globo), Rubinho Jacobina (irmão de Nelson Jacobina, parceiro de Jorge Mautner) a já experientes músicos como o compositor da Império Serrano, cantor de samba e baterista Wilson Das Neves. A orquestra conta ainda com: Berna Ceppas, Rodrigo Bartolo (que toca com o Duplexx), Pedro Sá (guitarrista de Caetano Veloso, baixista no +2), Bidu Cordeiro (que acompanha o Paralamas do Sucesso, Reggae B e 3B Rio). Outro parceiro nas apresentações vem sendo o DJ Marlboro, que ganhou o título de “DJ oficial da Orquestra Imperial”.

Gravado e mixado em 15 dias, a qualidade do som do disco impressiona. Principalmente levando-se em conta que foi gravado ao vivo, inclusive os vocais, com apenas alguns metais e detalhes sendo gravados posteriormente.

Resumindo…IMPERDÍVEL!!!

.

.

01. O mar e o ar
02. Não foi em vão
03. Ereção
04. Jardim de Alah
05. Rue de mes souverirs
06. Yarusha Djaruba
07. Era bom ////PLAY////
08. Salamaleque
09. Ela rebola
10. De um amor em paz
11.Supermercado do amor

DOWNLOAD Escolha um servidor de uma lista